quinta-feira, 25 de fevereiro de 2010

Crianças de 6 anos reprovadas!

O MEC acabou de descobrir que houve muitos alunos de 6 anos reprovados. Agora está querendo propor a "Não reprovação" para que as crianças passem de ano sem traumas. Só falta os hospitais mandarem todos os doentes pra casa porque decretaram que agora não estão mais em perigo de vida. Quanta ingenuidade! O que falta é melhorar a qualidade do ensino , adequar o 1º ano às crianças de 6 anos (muitas com 5!!!!!) e não mascarar o problema empurrando as crianças para frente de qualquer jeito. Crianças merecem nosso respeito. Elas merecem ser tratadas de acordo com as necessidades que tem e não como um pacote. É triste. Concordo que a reprovação atrapalharia mais, mas o que não concordo é que essa atitude seja encarada como "solução" do problema. O risco disso acontecer é grande. Pena.

2 comentários:

Rosiane disse...

CONCORDO PLENAMENTE COM ESTAS AFIRMAÇOES,AINDA BEM QUE VC SABE EXPRESSAR O QUE ESTA NA MENTE E NO CORAÇÃO DOS PROFESSORES QUE ATUAM NESTA ETAPA!
ROSIANE

André Egg disse...

Eu também não acredito que a reprovação seja um remédio.

Ela tem mais a atraplhar que a ajudar. Penso que a educação precisa parar de pensar em avaliação "punitiva" (não está nas cartilhas de educação mas é o que muitas vezes se aplica).

É sempre uma tentação para o professor, demonstrar poder sobre o aluno.