segunda-feira, 9 de março de 2009

HIPERATIVOS MORREM ANTES?

Se em cada sala de aula há 4 ou mais crianças hiperativas e eu só conheço um adulto hiperativo, significa que as crianças hiperativas morrem! Ou que o diagnóstico de hiperatividade está errado!
Você conhece mais crianças hiperativas que adultos?
Por que tantos diagnósticos errados?

3 comentários:

Anônimo disse...

Têm-se cada vez mais a visão errada de julgar hiperativo toda e qualquer criança que sai dos padrões de qualidade que os adultos impõe. Se todas essas crianças são hiperativas, onde estão esses adultos hiperativos? Com certeza não morreram, ao contrário devem estar fazendo muito sucesso por ai.

Priscila Marize disse...

Assinando o texto de cima. É de minha autoria

Anônimo disse...

Acredito que tenha a ver com aceitação e desejo. Não é aceitável nem desejável uma criança hiperativa por que dá muito trabalho.

O mesmo não acontece com o adulto. Afinal, é preciso trabalhar e muito, logo hiperatividade nesse caso é normal e necessário. Não basta ser ativo, tem que ser hiper. Super-herói não é coisa só de quadrinho, cinema e infância.

Será que em breve, lentidão ou preguiça será assunto de polícia? crime hediondo?